domingo, 6 de março de 2016

O BISPO DOM ANTÔNIO MAZZAROTTO EM SUA CASA 1977




                   Finalzinho de 1977, em Ponta Grossa, eu e minha esposa visitamos o velho Bispo Dom Antônio Mazzarotto em sua residência episcopal.  Batemos um papo, ele nos mostrou seus livros, seu lindo crucifixo e posou para umas fotos. Ele faleceria em 1980 e a casa foi posta abaixo.

















A cuidadora do bispo segurando minha filha Marília, com um ano.   À direita, minha esposa Valéria 




























domingo, 10 de janeiro de 2016

A FAMÍLIA KIRCHGÄSSNER NOS IDOS DE 1900/1915



                                      Outro dia postei fotos inéditas da casa modernista construída pelo arquiteto Frederico Kirchgässner para seu irmão Bernardo.   Há tempos encontrei uma série de negativos em vidro numa caixa com uma pequena inscrição "Kirchgässner" com um colecionador e pesquisador de fotografia em São Paulo. Ele gentilmente me passou o material devidamente escaneado e comparando as imagens de Bernardo das fotos da casa modernista, de 1936, com essas, muito mais antigas, possivelmente do início do século XX, ou quem sabe de 1910, 1915, posso dizer que se trata realmente dos Kirchgässner.  Isso enriquece a iconografia da família e quem sabe alguém do clã possa nos informar os nomes das pessoas para que a identificação seja completa.
                                     Como deixo sempre claro, meu trabalho é o garimpo. Eu encontro as preciosidades e as disponibilizo para que aqueles que contam a história façam seu trabalho. Eventualmente encontro material que me permite fazer as vezes de historiador, mas sou mais um contador de velhas histórias, sem maiores pretensões.
                                     Agradeço de coração a todos os que me ajudam com doações de fotos, negativos, filmes, livros, revistas e também àqueles que me vendem.  Tenho algumas pessoas que viajam por este sul do Brasil à cata de preciosidades e trazem para me vender. São meu auxiliares preciosos.  Essas coisas de memória que compõe o meu acervo (mais de 30.000 imagens por enquanto) estão bem guardadas comigo e terão nobre destinação no futuro.

Paulo José da Costa
41 88050624
paulodafigaro@hotmail.com


PERMITIDO O USO DAS IMAGENS MEDIANTE CITAÇÃO DA FONTE





























































Frederico Kirchgässner















































    permito o uso mediante citação expressa da fonte

terça-feira, 16 de setembro de 2014

O ÁLBUM DE FOTOS DO HEINZ

                 

                     Esse álbum eu recebi como doação em Curitiba, mas as fotos e a família são de Joinville (SC). O delicioso neste desfilar de fotografias antigas é a onipresença do Sr. Heinz em praticamente todas as imagens.  Ou é o "Heinz com 6 meses, 5 anos, 18 anos, etc" ou é a "casa dos pais do Heinz", ou é a "mamãe do Heinz"  ou "avó do Heinz".   Em suma, o Heinz é o retratado e nada mais importa. Mas, a vida do Heinz se passou boa parte dela em Joinville, e aí está o interessa maior do álbum, pois mostra diversas facetas da cidade catarinense no início do século XX.   Pelo nome dos estabelecimentos chegamos facilmente ao sobrenome do nosso retratado, Michaelis.   Então ele se chamava Heinz Michaelis. E sua família era de prósperos comerciantes.  Havia um dono de restaurante, um fotógrafo, Com a ajuda de amigos na comunidade "Joinville de Ontem" do facebook, tive acesso a informações que enriqueceram esta postagem. Agradeço portanto a esses gentis joinvilenses, principalmente à Brigitte Brandenburg, pessoa por demais amável e solícita.  Aqueles que souberem de informações adicionais, por favor me passem. Isso é por demais importante, pois aqui a história ficará para sempre e servirá a toda a coletividade.
                        Mas vamos ao álbum, que é o que mais interessa.


postagem dedicada a Brigitte Brandenburg, de Joinville.
reproduções são permitidas desde que citado expressamente o link do blog.
copyright Paulo José da Costa 2014

O ÁLBUM

É um livro de caixa de estabelecimento comercial, de onde se arrancaram as primeiras folhas (que possivelmente haviam sido preenchidas com anotações numéricas) e onde se colaram de modo grosseiro as fotografias.  Mais tarde alguém fez as anotações a caneta. No total são dezessete páginas preenchidas. 

a capa do álbum do Heinz

Heinz com um mês



aqui Heinz está com 3 anos - foto batida no estúdio de seu pai, Hans Michaelis

Heinz com sua avó

Heinz com 5 meses ao lado de seus irmãos

aqui o pai de Heinz, que era fotógrafo, criou um cartão postal com ele

o mais provável é que Heinz esteja apenas posando com violino e partitura no estúdio fotográfico





a casa onde o Heinz morava com sua família era também restaurante e ateliê fotográfico. No final desta postagem esmiuçamos os detalhes nesta foto 

Heinz como palhaço no carnaval

Heinz, mais crescidinho, como soldado

alguém escreveu posteriormente (RIO) mas é a cascata Piraí em Joinville  

lindo instantâneo de Heinz e sua família, exceto seu pai, que deve estar batendo a fotografia...

fotos do "zepelin" são procuradíssimas. Esta parece ser uma inédita.

Olha só o Heinz trepado no carro, moleque !


"Heinz farwest"...

O Sr Hans Michaelis, nascido em Berlin, era filho de um padeiro residente em Joinville. Este casou com a filha de Jean Bauer e Ritzmann (veja fotos deles neste álbum) e desde a década de 1880 a família tinha um hotel e restaurante com bilhar.  


O Bar e bilhar - mais abaixo, ao final, mostraremos detalhes desta foto. 

anúncio do estabelecimento do Sr. Michaelis, gentileza da Brigitte Brandenburg, de Joinville

idem idem anterior, idem idem


desafio aos leitores:  onde está o bichinho ?   Veja no final desta matéria, nas ampliações...

Heinz e seu cãozinho salsicha (datschund)

a residência anterior dos Michaelis, na rua Otto Böehm

Heinz gostava de cachorros. Aqui, moço, ele tem outro cão.   

UMA FOLHA DO ÁLBUM, PARA SE TER UMA IDÉIA DE COMO FOI FEITO 




a residência e salão de baile dos avós do Heinz (nome ilegível) Bom Jesus

os avós do Heinz, com os primeiros filhos... 
 ...
Heinz na cascata do Pirahy.  ele deve ser o menino entre o primeiro à esquerda e o outro de bigode

Heinz e sua família em Pirabeiraba

Heinz e seu primeiro auto...

ESTA FOTO MERECE MAIS COMENTÁRIOS:

                        Conforme Brigitte Brandenburg,  essa ilha hoje se chama Ilha Grande e pertenceu a diversas pessoas antes de ser do Sr. Nicodemus (o nome que consta na legenda escrita à caneta na própria foto à época). No período de 1910-1917 eram comuns os passeios à ilha, com grupos de pessoas de Joinville transportadas no barco do proprietário, o tal Sr. Nicodemus.  "A Ilha Grande, ou Nova Helgoland. como Nicodemus a batizou, também pertenceu a um português, Macedo, de São Francisco do Sul.  Havia ali dois sambaquis e ele montou uma coleção de objetos e restos humanos a partir de suas escavações, devido ao seu interesse no assunto. Publicou algo sobre isso em jornais de Joinville no século XIX", completa Brigitte.


piquenique com o vapor Emden, na ilha Nicodemus 


desfile em Joinville com o vapor Colon

mais uma folha do álbum, para se ter uma idéia de como foi feito

interior do café dos Michaelis, que ficava na rua XV, no centro de Joinville

detalhe do interior do café

detalhe mais aproximado 

é uma delícia viajar dentro dessas fotos e apreciar cada minúcia....




Sra Martha, mãe do Heinz 

essa foto é do início dos anos 50. A senhora Martha Michaelis, mãe do Heinz já era viúva  

belissima foto, cheia de detalhes, de um piquenique no Pirahy

A última folha do álbum



lindas as vitrinas do ateliê fotografico do Sr.Hans Michaelis. Vejam quantos retratos ! E aquele logo acima de sua cabeça, vamos olhar em detalhe ?



são duas meninas em um belo quadro fotográfico, logo acima da cabeça do Sr,Hans

olha só o detalhe do quadro








vamos ver em detalhes o "negócio e residência dos pais do Heinz "?


a vitrine da esquerda está repleta de vinhos

haha, aí está o bichinho... é o cachorro do Heinz, um datschund !

detalhe da vitrine e dos pés descalços da menina. Num primeiro momento pensei que ela estava de sandálias... Mas sandálias naquela época ?

a vitrine da direita está repleta de comestíveis, enlatados... Aquela lata no alto à esquerda deve ser de deliciosas bolachas...

serão realmente bolachas ? Ou será uma folhinha ? Vamos entrar e perguntar o preço ? 

mataram a charada ?


infelizmente não podemos fazer milagres, e descobrir as marcas e outros detalhes. Também, vejam a foto e observem que eu entrei dentro da vitrine. Mais um pouco e eu pegava a senhora Michaelis penteando os cabelos lá dentro da loja...

pra coroar a viagem, as meninas descalças e cachorro do Heinz.  
         

Paulo José da Costa
compra e recebe doações de acervos de postais e fotos antigas, inclusive álbuns de família
para arquivo particular
Proteja a memória, ensine as crianças a amar as fotografias. 
41 88050624
paulodafigaro@hotmail.com
https://www.facebook.com/paulojose.dacosta